Caverna do Dragão: Episódio Final, História, tudo sobre a série

@BrunoSwell 17/11/2010 16

Siga o Rio de Janeiro no Instagram: :)

mestre dos magos Caverna do Dragão: Episódio Final, História, tudo sobre a série

Caverna do Dragão: último capítulo com 2 vídeos

Veja o último episódio de caverna do dragão, o fim da Caverna do Dragão:


Caverna do Dragão Episódio Final 1ª Parte (Dublado)

Caverna do Dragão Episódio Final 2ª Parte (Dublado)

Caverna do Dragão Episódio Final do Roteiro Original

Roterista Michael Reaves, que é um dos roteiristas oficiais do desenho Caverna do Dragão. Pesquise “Michael Reaves, caverna do dragão, ultimo episodio” na internet. Esse é o final oficial de Caverna do Dragão com imagens de outro episódio.

Caverna do Dragão

Dungeons & Dragons (batizada como Caverna do Dragão no Brasil) é um desenho animado co-produzido pela Marvel Productions, TSR, e Toei Animation. Baseada no homônimo RPG, possui 27 episódios e três temporadas, transmitidos originalmente entre os anos de 1983 e 1986 pela rede norte-americana de televisão CBS.
A série conta a história de seis típicas crianças estadunidenses dos anos 80, que tentam voltar ao seu mundo após chegarem ao Reino de Dungeons & Dragons em um passeio de montanha russa.

História

A abertura do primeiro ano da série mostra um grupo de jovens em um parque de diversões, embarcando em uma montanha russa chamada Dungeons & Dragons. Contudo, durante o passeio um portal se abre e traz o carrinho onde eles estavam para um outro mundo, no qual aparecem trajando outras roupas e recebendo logo em seguida armas mágicas de alguém que se apresenta como Mestre dos Magos (Dungeon Master, no original, termo também presente nos jogos de RPG que deram origem à série). A partir daí, os jovens passam por uma série de aventuras em busca de uma forma de voltar para casa, nas quais o Vingador, um mago maléfico, tenta a todo custo tomar as armas mágicas dos jovens com a intenção de destruir o Mestre dos Magos e tomar todo o reino.

O Reino

Não há muitas referências sobre o mundo onde ocorrem as histórias de Caverna do Dragão, sendo chamado simplesmente de “O Reino” (“Realm of Dungeons & Dragons”, no original), para além do pouco que é mostrado na série. Apresenta características dos primeiros cenários para aventuras desenvolvidos para a primeira versão de Dungeons & Dragons, como os mundos de Dragonlance, Mystara, Forgotten Realms e Greyhawk. Por ter sido o primeiro mundo de D&D desenvolvido para ser jogado, Greyhawk foi aceita, por muito tempo, como a dimensão onde estavam os garotos – deve-se dizer que Greyhawk foi um suplemento de RPG criado por Gary Gygax, o produtor do desenho animado. Isso nunca foi unânime, e indícios de outros cenários indicam que, na realidade, Caverna do Dragão desenvolvia-se em um mundo de D&D próprio. Personagens de Greyhawk, como Kelek,[1] Warduke[2](“Duque Guerreiro”, na dublagem brasileira) e Strongheart(“Coração Forte”, na dublagem brasileira) fazem aparições na série. Por outro lado, protagonistas da série já fizeram aparições em outras histórias de D&D – como foi o caso de Hank e Bobby no vídeo-jogo para computador “Baldur’s Gate 2″.

O que se nota é a presença de diversas cidades pequenas (vilarejos ou burgos) espalhadas pelo Reino, chefiadas por pessoas denominadas “prefeitos” (ou burgo-mestres). Há cidadelas maiores, cercadas por grandes muros e governadas como um principado ou um reino. A maioria das aglomerações urbanas tem ciência do Vingador, e muitas demonstram temor e mesmo obediência a ele. No geral, essas sociedades organizam-se como feudos ou monarquias absolutistas, apesar de, especialmente nos pequenos vilarejos, ser observada uma organização mais democrática.

A variedade de raças encontradas é enorme, a maioria podendo ser vista na primeira versão do “Livro dos Monstros” de D&D. A produção não é, todavia, totalmente fiel aos cânones de D&D. Em especial, nota-se que os anões e os gnomos são mostrados frequentemente como povos escravizados ou atemorizadas pelo Vingador ou por outros acólitos.O unico representante dos elfos presente até o momento aparece como um bufão no episódio O Salão Dos Ossos. Existe apenas um último remanescente adulto dos dragões dourados no Reino; os dragões dirigem-se ao Cemitério dos Dragões para morrerem. Os unicórnios, em grande parte, vivem em um local secreto chamado “Vale dos Unicórnios”.

Existem quatro sóis no Reino e pelo menos três luas. Ao longo da série, é possível observar toda sorte de bioma – de florestas a desertos, apesar de se notar uma quantidade maior deste último tipo.

Não raro, são descobertos portais para outras dimensões, ou surgem criaturas advindas de outros mundos, muito similar ao que ocorre em Planescape, outro cenário de aventuras de D&D. Ao longo do seriado, são encontradas outras pessoas originárias da Terra. Aparentemente, o tempo no Reino corre de maneira diversa ao tempo em nossa realidade.

Armas do poder

No Reino de Caverna do Dragão há mais armas mágicas – chamadas “Armas do Poder” – do que as cedidas aos protagonistas pelo Mestre dos Magos. A origem de seu poder, diferentemente de outras armas mágicas quaisquer, está no Cemitério dos Dragões, guardadas, juntamente aos ossos dos antigos dragões, pela deusa-dragoa Tiamat, que ali vive. Lá, as Armas do Poder apresentam performance superior ao normal (há que se salientar, no entanto, que em um dos episódios, no qual aparece uma espécie de criatura diabólica dona de muitos Universos chamada pelo Mestre dos Magos apenas de “O Mal” (“Aquele Cujo Nome Não Deve Ser Pronunciado”), tanto o poder dele como o das armas é esgotado pela energia necessária para que todos fugissem da ameaça. Se isso as enfraqueceu, até mesmo ao Vingador quando também fugiu, o Mestre dos Magos não as poderia ter recarregado depois de sua chegada ao Mundo Subterrãneo onde ele readquiriu seus poderes, devolvendo também a força das armas mágicas dos garotos e os poderes do Vingador, uma vez que nem o Vingador nem as armas foram colocadas no mesmo lugar que o Mestre, o que pode ser considerado uma pequena brecha no enredo). Também, a depender das Armas do Poder disponíveis, é possível combinar seus poderes para abrir um portal que leve ao Cemitério dos Dragões.

A energia das Armas do Poder dura em torno de trezentos anos, após o que precisam ser “recarregadas”, em locais como o Salão dos Ossos: um grande palácio-mausoléu, onde haviam sido depositados os restos mortais de poderosos guerreiros. Em seu centro, um altar no formato de uma enorme caveira era capaz de reenergizar as armas. O local foi destruído pelo Vingador após os protagonistas ali recarregarem suas armas. Outro local onde é possível recarregar as armas é no Portal do Amanhecer, no Mundo Subterrâneo.

O Vingador ambiciona as armas dos garotos para ampliar seus poderes e assim derrotar Tiamat, abrindo caminho para dominar o mundo; não é, todavia, o único, havendo outros que a ambicionam, como Kelek o Mago. Nas poucas vezes em que conseguiu capturar as armas, o Vingador as segurava em uma mão, enquanto canalizava sua magia com a outra. Tiamat apresenta especial vulnerabilidade quando é atingida por essas rajadas concentradas de magia unificadas ao poder do Vingador. O Mestre do Mago também já fez uso do poder combinado das armas dos garotos.

As Armas do Poder não apresentam seus poderes em nossa dimensão. Algumas delas apresentam poder de autorreparo se quebradas, como o bastão de Diana e o tacape de Bobby.

Outras Armas Mágicas

Ao longo do seriado, outras armas mágicas são encontradas, mas são extremamente raras. Não se tem certeza, todavia, se todas são especificamente Armas do Poder, como as dos garotos, ou se são artefatos mágicos diversos:

Espada – usada pelo Duque Guerreiro, é capaz de congelar instantaneamente aquilo que golpeia.

Espada – usada por Dekion, um cavaleiro celestial do Grupo Místico, é capaz de lançar rajadas de energia.

Martelo de Ouro – usado pelo paladino Coração Forte, é capaz de rebater rajadas mágicas, além de apresentar um poder de destruição semelhante ao tacape de Bobby e uma esfera de proteção similar ao escudo de Eric.

Elmo alado – usado pelo paladino Coração Forte, não se sabe quais são seus poderes, pois não chega a ser utilizado durante o episódio.

Cimitarra – usada pelo rei Rahmud, é capaz de emitir ondas sonoras destruidoras quando vibrada.

Espada – é capaz de cortar facilmente materiais muito duros, como rocha.

Tridente – é capaz de disparar rajadas de energia.

Rede – é capaz de regenerar a saúde de quem for coberto por ela.

Chicote – é capaz de criar um chicote energético de comprimento variado.

Bastão mágico – é capaz de emitir rajadas de energia.

Mangual – é capaz de criar furacões.

Protagonistas

Os seis garotos que brincavam no carrinho de montanha-russa quando foram transportados para o outro mundo, chamado simplesmente de “Reino” (no original, “Realm of Dungeons & Dragons“), são os protagonistas da série. Lá, conhecem o Mestre dos Magos, que os guia em suas desventuras, fornecendo informações e, por vezes, equipamentos, como as armas do poder, tão cobiçadas pelo Vingador. Cada um deles representa, de certa forma, uma das principais classes de personagem da primeira edição de Dungeons & Dragons, o que é claramente definido quando o Mestre dos Magos lhes atribuem “apelidos”, após entregar suas Armas do Poder.

Eric Montgomery (cavaleiro): tem a mesma idade de Hank[carece de fontes],é o vice-líder, apesar de ser muito imaturo. Filho de pais ricos, é constantemente arrogante e egoísta, preocupado mais consigo e com uma chance real de retornarem para casa. Devido a sua natureza, coloca o grupo muitas vezes em perigo,mas diversas vezes se arriscou pra salvá-los. Recebeu um poderoso escudo que o protege contra ataques mágicos ou físicos; esse escudo pode criar campos-de-força para defender uma pequena área em seu entorno. Teoricamente o escudo poderia ser arremessado como o escudo do Capitão América,mas nunca houve uma chance de se mostrar isso. Ao longo do seriado, Eric tem suas feições transformadas como consequência de seu comportamento: um burro, uma fera do pântano, um macaco de cara azul e até um Mestre dos Magos. Apesar de detestar o mundo de Caverna do Dragão, já demonstrou interesse em ficar no Reino e ter uma queda por Karena, a (suposta)irmã do Vingador. Parece ser capaz de entender o que Uni diz. Seu maior medo é ser motivo de piada.

Henry “Hank” Grayson (ranger): o mais velho do grupo[carece de fontes], assumiu a função de líder, ainda que hesitante. Nutre afeição por Sheila e sente certa culpa por ter permitido que seus amigos entrassem no Reino. Recebeu um arco mágico capaz de criar flechas energéticas, que podem ser esticadas, dobradas ou até mesmo utilizadas como corda. Seu maior medo é não ser um bom líder.

Diana Curry (acrobata): extremamente confiante e centrada, já apresentava habilidades acrobáticas no mundo real. Recebeu um bastão, usado em saltos e acrobacias. Tão flexível quanto as flechas de Hank, o bastão pode regenerar-se se quebrado. Seu maior medo é envelhecer. Seu pai é um astrônomo. No Reino, sua grande paixão foi Kosar.Adora tirar sarro dos inimigos e é sempre a primeira a mandar Eric se calar.

Sheila O’Brien (espiã): irmã mais velha de Bobby, o qual procura proteger. Corresponde à afeição que Hank tem por ela. Recebeu uma capa com capuz que lhe dá invisibilidade. Por razões estranhas, compreende a língua das fadas. Seu maior medo é ficar sozinha.

Presto (mago): o mais jovem depois de Bobby[carece de fontes], seu nome verdadeiro é Albert Sidney[carece de fontes], sendo “Presto” uma alcunha – não se sabe se criada pelo Mestre dos Magos ou por seus amigos. É tão inseguro quanto um garoto recém-saído da infância, e sua falta de habilidade física e timidez lhe dão o estereótipo do “nerd”. Suas atrapalhadas, quando não catastróficas, costumam ser motivo de chacota do grupo, especialmente de Eric. Já demonstrou sua vontade de ficar no Reino. Recebeu um chapéu de feiticeiro, do qual podem ser retirados objetos e magias aleatórias. O poder do chapéu não é inteiramente dominado por seu dono, que em determinada altura do seriado passa a recitar versos ao utilizar a arma. Presto não gostava das aulas de educação física, no mundo real; ainda em nossa realidade, Presto já gostava de realizar truques de magia. Seu maior medo é perder seus óculos e não conseguir enxergar. No Reino, sua grande paixão foi Varla.

Robert “Bobby” O’Brien (bárbaro): o mais jovem do grupo, é o irmão caçula de Sheila. Impetuoso, demonstra temeridade inconsequente, o que por vezes cria problemas para o grupo. Sabe da afeição que Hank sente por sua irmã[carece de fontes], mas isso não o impede de tê-lo como amigo. Não costuma ter paciência com Eric, e afeiçoou-se de maneira especial por Uni. Recebeu um tacape, cujo golpe é muito forte, sendo capaz de quebrar pedras e até criar pequenos abalos sísmicos.Como Eric,parece compreender a linguagem dos unicórnios, ou, pelo menos, o que Uni procura dizer. Já se apaixonou por uma menina chamada Terry, que foi parar no reino da mesma maneira que ele e seus amigos. Seu maior medo é ser tratado feito criança.

Coadjuvantes

Para além dos seis jovens, o seriado conta com uma pequena gama de personagens secundárias, porém constantes:

– De onde o senhor veio?

– De algum lugar entre lá e aqui.

Presto e Mestre dos Magos

Mestre dos Magos: espécie de mestre de RPG (“Dungeon Master“), é o guia dos garotos. Não se conhece seu nome verdadeiro, sendo “Mestre dos Magos” uma espécie de cargo. Suas informações cifradas ocultam suas reais intenções, e por vezes seus motivos se demonstram dúbios. No intento de ajudar o grupo a retornar a seu mundo, acaba por utilizá-los para enfrentar as forças ocultas do Reino, especialmente o Vingador, e assim restaurar o equilíbrio entre ordem e caos. Zandora, antiga amiga do Mestre dos Magos, compartilha grande semelhança física com ele. Ele possui uma espécie de energia vital que, se esgotada, faz com que ele morra e seu corpo desapareça.

Uni: uma filhote de unicórnio aparentemente órfã, que se torna a mascote das personagens e tem afeto especial de Bobby. Não domina plenamente os poderes mágicos auferidos por seu chifre, especialmente a capacidade de se teletransportar uma vez ao dia. Consegue esboçar algumas palavras, em meio ao seu balido típico. Por pertencer ao Reino, não pode acompanhar os garotos de volta ao mundo real.

Antagonistas

Vingador: um feiticeiro maléfico, opressor de diversos povos e raças, com grandes habilidades místicas. Ao longo do seriado, o Mestre dos Magos dá a entender que o Vingador já foi uma boa pessoa há muito tempo, e que o vilão se demonstrou o maior de seus erros; no Cemitério dos Dragões, o Mestre dos Magos chega a chamá-lo de “meu filho”. O Vingador tenta dominar plenamente o Reino e derrotar Tiamat, e, para tanto, deseja as Armas do Poder dos garotos para ampliar seus poderes. Entre os que compõem seu exército, encontram-se orcs. O Vingador tem mais de mil anos e é especialmente vulnerável a um tipo de joia conhecida como “coração-de-pedra”. Aparentemente, o Vingador usufrui de algum tipo de imortalidade que lhe garante o retorno à vida mesmo quando seu corpo é, temporariamente, destruído. Ao longo do seriado, diferentes castelos são mostrados como morada do Vingador; especificamente em um, é possível ver uma estátua do Vingador com dois chifres. Apesar de sua natureza malévola, o Vingador já foi capaz de demonstrar certa justeza para com os garotos. Ele serve a uma entidade malévola conhecida em nosso mundo como “O Mal”, e cognominado no Reino como “Aquele-Cujo-Nome-Não-Deve-Ser-Pronunciado”: uma entidade multidimensional de enormes poderes. Diferentemente das Armas do Poder ou de criaturas advindas do Reino, como Uni, o Vingador é capaz de invadir o mundo real e fazer uso de sua magia.

Demônio das Sombras: outra personagem recorrente, serve ao Vingador como seu informante. Apenas mais adiante na série passa a interagir com os garotos, inicialmente os espreitando sem que eles tenham ciência. É extremamente leal a seu mestre, pelo qual nutre profundo temor.

Tiamat: é uma terrível deusa-dragoa de cinco cabeças, cada qual representando uma das raças de dragões cromáticos da primeira versão de D&D – vermelha, azul, verde, preta e branca. Tiamat vive no Cemitério dos Dragões, como guardiã dos ossos dos antigos dragões que ali se dirigiram para morrer, bem como de algumas armas mágicas como as que o Mestre dos Magos deu aos garotos. É temida até pelo Vingador. Mesmo Tiamat é vulnerável à dragonbane, uma erva letal para os dragões. Também, é capaz de realizar viagens interdimensionais, criando portais. Tiamat compreende a linguagem comum dos humanos.

A série

O desenho possui várias referências ao universo do jogo Dungeons & Dragons, e da sua fonte de inspiração, os romances e contos de J.R.R. Tolkien. Apesar do enorme sucesso do desenho, especialmente no Brasil, a série foi cancelada, fato este explicado pelo produtor Gary Gygax em entrevista exclusiva para a edição 3 da revista Herói 2000 (novembro de 1999, Conrad Editora), escrita pelo jornalista brasileiro Pablo Miyazawa:

“Em 1985, a equipe responsável pelo desenho se reuniu com os executivos da temporada seguinte. Os seis jovens – mais velhos e mais experientes – seriam chamados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. Foram concebidos três scripts do desenho, e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS com a Marvel decidiram não continuar mais com o desenho. A nova série foi cancelada antes mesmo de ser produzida.[carece de fontes]”

Diga-se de passagem que a idéia de encerrar séries animadas sem final e abruptamente era uma estratégia relativamente comum nos anos 80, praticada pelos grandes estúdios de animação na época. Assim, guardava-se uma carta na manga e abria-se expectativas para um futuro retorno, quando fosse conveniente.

Prova disso são as refilmagens e “remakes” de desenhos, personagens e séries famosas do passado, verdadeiros “Blockbusters” de cinema que ganham projeção cada vez maior entre o público jovem. Homem-Aranha, Spirit, Quarteto Fantástico, Sin City, Hulk, Homem de Ferro… A lista de personagens e caracteres não tem fim, e o filão não dá mostras de se esgotar.

Como o último episódio da terceira temporada não deu continuidade ao enredo da série, há até os dias de hoje muita curiosidade e especulação em torno do motivo pelo qual não foi exibido o episódio final, o que gerou um famoso e bizarro boato.

O último episódio

No final dos anos 90, circulou na Internet um rumor de que o último episódio da série teria sido vetado por sua assombrosa revelação: na verdade, as personagens do desenho já estariam mortas desde o primeiro episódio, devido a um terrível acidente no carrinho de montanha russa no qual embarcaram[carece de fontes]. Os meninos teriam sido mandados ao Inferno, sendo o Mestre dos Magos e o Vingador as duas faces de um mesmo ser demoníaco, capaz de oferecer esperança e temor em um processo de crescente agonia psicológica[carece de fontes]. O boato ainda afirma que o dócil unicórnio Uni seria um agente espião, eventualmente responsável por impedir os meninos de regressar ao seu mundo[carece de fontes].

De tão famoso, o boato pôs em evidência os criadores da série, entre eles o roteirista Mark Evanier, que também falou para a revista Herói 2000:

“Isto é totalmente falso! Apesar de vários possíveis finais terem sido discutidos, nenhum último episódio foi produzido de fato.[carece de fontes]”

Outro escritor, Michael Reaves, roteirista de sete episódios, complementa na mesma reportagem:

“Caverna do Dragão foi um desenho altamente sombrio para a sua época – tanto quanto foi Gárgulas nos anos 1990. Nós o levamos o mais longe que era possível para um programa infantil”. (…) “Os garotos não ficaram presos no inferno, nem o Mestre dos Magos é o demônio ou coisa parecida. Essa história toda é absurda.[carece de fontes]”

Michael Reaves foi o escritor daquele que, ao menos em script, é o final oficial das aventuras de Caverna do Dragão, tendo sido concebido pouco antes do cancelamento da série. Veja a sinopse:

O episódio inicia com os seis garotos enfrentando uma hidra. O Mestre dos Magos aparece durante a briga mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranhamento geral. Mais tarde, o Vingador surge e apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abismo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após quase morrerem em um vulcão, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante, Eric usa a chave em uma fechadura e salva seus amigos da morte certa. Isso faz o Vingador se transformar em sua forma real (um cavaleiro) e se revela filho do Mestre dos Magos. Com o vilão libertado, os garotos ganham a opção de voltar para seus lares. O episódio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, deixando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte.

Fonte escrita wikipedia


Siga o Rio de Janeiro no Instagram:
Cadastre-se rapidamente para comentar, escolha sua Rede Social favorita.
(Se não estiver vendo mais os ícones das Redes Sociais, significa que já está cadastrado).
Li e concordo com os termos de serviço.

16 Comentários »

  1. gustavo 04/11/2013 at 11:17 PM - Reply
    essa é a versão brasileira certo?
  2. samira 14/09/2012 at 10:39 AM - Reply
    Esse é o meu desenho favorito!
  3. fabio lima 19/08/2012 at 1:47 AM - Reply
    vai toma no…. aff essa merda ai e subliminar deu ate depresao nas crianças na eua
  4. pedro 11/06/2012 at 12:52 PM - Reply
    mais por que nunca saiu outra temporada..
    • @BrunoSwell 12/06/2012 at 12:57 PM - Reply
      Gostaríamos de saber também, acho que foi o final e ponto!
  5. Mario Pimmentel 28/04/2012 at 3:22 PM - Reply
    Eita! Rachel não sabia que mulher bonita também curti caverna do dragão!!!!!
    olha Esse ultimo capitulo é sensacional, deveria ser gravado.
    saudade dos anos 80
  6. adriano 14/03/2012 at 12:03 PM - Reply
    Gostaria, se possível, de receber por e-mail. Estou muito curioso para saber mais. A nível filosófico.
    • @BrunoSwell 18/04/2012 at 8:46 AM - Reply
      adriano, não sei mais sobre, mas se souber nos conte também por favor :) abs
  7. Nathália 17/01/2012 at 11:56 AM - Reply
    adoro demais esse desenho!
  8. vai se foder filho duma puta 04/12/2011 at 5:15 PM - Reply
    vao se f** pq essa po** e do demonio mermo
  9. wellison 17/11/2011 at 9:43 PM - Reply
    pra mim caverna do dragao revela muito sobre a vida e tem a ver o ceu e o inferno o bem e o mal
  10. emanuele 09/11/2011 at 12:08 PM - Reply
    oi se este for o verdadeiro final gostei mas falta algo bjs manu
  11. Bianca Augusta 04/10/2011 at 8:20 PM - Reply
    Sinceramente, faz 15 anos que espero o final deste episódio até hoje eu fico na esperança de ligar a televisão e ver o final dessa séria, poderia ser tragico ou coisa do tipo, mais acho que todos nós que tivemos uma infância marcada por essa história merecia saber o verdadeiro final.
  12. Lênio Mendes 18/03/2011 at 2:35 PM - Reply
    Olá,
    Peguei o seu site como referência para escrever o texto do meu blog.
    Obrigado pela colaboração,
    http://leniomendes.blogspot.com/
    Lênio
    • @RachelKrishna 22/03/2011 at 10:56 PM - Reply
      Oi, Lênio!
      Fique à vontade!
      Obrigada pela escolha!
      Abs!! :D

Comente! »