Os 13 maiores sobreviventes das tendências

Marina Trindade 03/04/2012 1

Tendências que não morreram ao longo dos tempos

13 sobreviventes Os 13 maiores sobreviventes das tendências

Olá, Pop Girls!

Vocês sabem que uma tendência começa numa estação e termina na outra, certo? Errado!

Hoje em dia esse conceito caiu, e como diria Lavoisier “…nada se cria… tudo se trasforma”.  Eu acho que no mundo da moda essa frase soaria um pouquinho diferente, seria mais ou menos assim “nada se cria, tudo se transforma,volta e se prolonga”.

Por que esse conceito, agora? Porque nós estamos vivendo num mundo super globalizado, onde a informação chega a jato e qualquer um pode ter acesso à ela, que antes era algo restrito às classes socias mais altas. E esse raio de sustentabilidade também chegou ao fashionismo.

Então, ao invés de ficarmos gastando dinheiro à toa, sem pensar num consumismo desenfreado, por que não pegamos e criamos o nosso estilo próprio e expressamos nossa personalidade de moda com o que se tem no guarda-roupa?

Pensando nisso, criei uma listinha dos 13 maiores sobreviventes das tendências que já estão aí há algum tempo e conseguiram se perdurar.

Então, meninas, se vocês têm algum desses itens em

prices levitra
seus armários, peguem, joguem todas as suas roupas e acessórios na cama e vejam como se pode criar vários looks com o que vocês têm sem gastar um tostão e ainda ficarem lindas, chics e criativas.

Os 13 Maiores Sobreviventes:

1- Saia Longa
2- Xadrez (Tartan)
3- Animal Print
4- Rendas
5- Brilho
6- Camisa Jeans
7- Espadrille
8- Neon
9- Vestido de Crochê
10- Jaqueta Perfecto
11- Blazers
12- Clutchs
13- Pied-de-poule

 

Beijinhos Ladys!

E até a próxima semana!!!

 

 

Cadastre-se rapidamente para comentar, escolha sua Rede Social favorita.
(Se não estiver vendo mais os ícones das Redes Sociais, significa que já está cadastrado).
Li e concordo com os termos de serviço.

1 Comentário »

  1. Ana Filardi 03/04/2012 at 11:19 PM - Reply
    Exatamente o que é necessário fazer. Bate uma foto e crie um look book próprio, pronto. Amei Marina.

Comente! »